Técnicas ajudam a diagnosticar cáries antes mesmo de seu aparecimento
LiveZilla Live Help

Diagnosticar cáries antes mesmo de seu aparecimento não é algo novo, já era realizado desde a década de 1990.

Técnicas ajudam a diagnosticar cáries antes mesmo de seu aparecimentoTestes salivares, laser e transiluminação são algumas das técnicas que ajudam diagnosticar a cáries em sua fase inicial. O diagnóstico antes mesmo do aparecimento da cárie permite um tratamento usando métodos menos invasivos para a remineralização, o que ajuda a evitar obturações e tratamento de canal.

No entanto, as vantagens das novas tecnologias no diagnóstico da cárie ainda são questionadas por alguns profissionais que acreditam que não é necessário nada mais além de uma boa limpeza dos dentes e um exame clínico visual acurado.

Entre os tratamentos de cáries menos invasivos temos o Flúor, isto porque ele é um grande ativador da reposição dos minerais perdidos pelos dentes. Quando o processo de cárie está acontecendo os dentes estão perdendo mineral, quando o flúor é administrado ao paciente, a perda de mineral dos dentes torná-se mais lenta. O flúor é um grande aliado não somente no tratamento das lesões, mas principalmente na prevenção do surgimento das cáries.

Tecnologias que ajudam no diagnóstico da cárie antes mesmo de seu aparecimento.

* Testes salivares: Por meio de avaliação do nível de bactérias causadoras de cáries é possível identificar qual qual o risco de se desenvolver a cárie e se será necessário medidas odontológicas para reduzir a velocidade da progressão da cárie.

* QLF (Quantitative Light-induced Fluorescence): Este método consiste na utilização de uma câmera digital que tira fotos de fluorescência. Estas fotos quando vistas no computador mostram as regiões nos dentes em que já ocorre a desmineralização do esmalte dental, em outras palavras, mostra a cárie está em estágio inicial.

* Transiluminação: Por meio de uma fibra ótica a técnica permite visualizar melhor os primeiros sinais de cárie.

* Laser: Sua função também é permitir visualizar, por meio da fluorescência, as áreas em que o esmalte dental já foi afetado e o processo da cárie já foi iniciado.

* Cariescan: Esta técnica usa sensores que escaneiam os dentes dos pacientes e mostram, com a ajuda de um software que lê os dados levantados, se há áreas em que a cárie está em estágio inicial. Sua acurácia é de 92,5%.

Já diz o ditado: “é melhor prevenir do que remediar.

Fazer a prevenção sempre será melhor do que tratar o problema (cárie ou qualquer outra). A visita regular ao dentista é fundamental para o diagnóstico precoce e tratamento da cárie. É recomendado que estas visitas ao dentista ocorram ao menos duas vezes por ano. Porém; lembre-se que você é o principal responsável pela prevenção da cárie. Está prevenção se faz dia a dia com uma boa higiene bucal, redução do consumo de açúcar (não é a quantidade em si que é prejudicial, mas sim a frequência) e consumo de alimentos benéficos aos dentes. Desta forma você previne o aparecimento de cáries e outros problemas bucais.